Como você tem lidado com sua transparência?

Como você tem lidado com sua transparência? Tem sido coerente consigo próprio? Tem espontaneidade e liberdade para ser o que sua essência delimita?
Transparência é um dos principais paradigmas da pós modernidade. Advém da cultura da internet em que ocorre uma maior visibilidade. Querendo ou não a cena da vida vira palco e todos somos intimados a viver a transparência. A forte mobilização pela tecnologia, em especial as redes sociais, tornaram os muros em janelas, sem cortina, em uma avenida movimentada. A expressão da antropologia “o rei está nu” hoje é um símbolo que representa nossa realidade social. Todos o veem nu, mas ele próprio jura que está vestido, em pleno delírio. Mas você quer se esconder? Quer fugir de você mesmo?
Há mais de 10 anos discorro sobre essa mudança de paradigma. Ela é complicada para pessoas tímidas; para introvertidos; para pessoas perdidas- que não sabem quem são-; para quem tem problema de persona; , vivendo o desajuste social. O conflito com a transparência é uma característica da neurose da pós modernidade. Como viver em sociedade, se mostrar, ter expressão e espontaneidade no cenário da alta visibilidade?
O tímido, reservado e as pessoas com característica da atitude introvertida tendem a entrar em tensão nervosa por sentirem se expostos, vigiados. O vizinho subiu no muro para expiar sua vida intima…e esse cenário reforça ao mesmo tempo as idéias paranoides, a persecutoriedade, o medo de ser visto. Como não querer se expor? Como fugir da mudança da vida?
A transparência, todavia, tem um aspecto extremamente positivo- ela impõe ao indivíduo, ao grupo, ao governo a sinceridade. Exige que você mostre como você é. Denuncia a falsidade, o fingimento, o comportamento de “duas caras”. Rapidamente o desonesto e o incompetente são desmascarados…por que na transparência as notícias e fatos correm… não adianta pôr a culpa na imprensa, nos vizinhos da rua, nos colegas da escola… todos estão a ver quem você é, mas você tem consciência de sua identidade e ego tem se trabalhado para ser espontâneo e livre?
Essa mudança de paradigma está na economia, nos investimentos públicos e privados, , nas regras de mercado para investidores, , nas normas atuais de gestão e governança. enfim da economia a vida cotidiana. Governo que não é transparente não consegue investimentos, falta de transparência afasta negócios. E na era da transparência oratória funciona parcialmente por que a realidade se impõe ao discurso. A vida mostra outra coisa. E a Sombra rebola na sala sem medo de ser vista em roupa íntima…
Independentemente de sua atitude psíquica extrovertida ou introvertida, temos de nos adaptar a esse mundo transparente. Trabalhar os próprios defeitos, buscar espontaneidade e coerência para sobreviver a tensão de estar nu diante de todos… sem medo de ser feliz!
Jorge Antônio Monteiro de Lima
www.almabr.com.br